24/04/2011

Ofertar

Dar o que mais custa


Jesus deu o que mais lhe custou: a sua própria vida. Ele até disse a Seu Pai: "Passa de mim este cálice.",
que é o mesmo que dizer "Eu não quero fazer isto. É demasiado dificil." Mesmo assim Ele o fez.

E se há alguma forma de explicar o porquê de eu ser amada como sou amada, de eu poder ter paz como tenho, de eu ter algo para dar aos outros, de eu ter descanso e de poder falar com Deus, é unica e exclusivamente devido à acção que Jesus fez naquela cruz.

Dar o que mais me custa

é o que faz me aproximar mais da natureza de Deus. Se Jesus fê-lo foi porque ele entendeu o porquê, e esse motivo só poderá ser divinamente lógico.

Se dar o que mais me custa é abraçar quem cheira mal eu devo fazê-lo
Se dar o que mais me custa é sair de casa, passar frio e fome para poder ajudar um amigo eu devo fazê-lo
Se dar o que mais me custa é dar metade do meu almoço eu devo fazê-lo
Se dar o que mais me custa é esboçar um sorriso quando estou mal disposta eu devo fazê-lo
Se dar o que mais me custa é humilhar-me eu devo fazê-lo

Pois é isto que me moldará e me aproximará cada vez mais de Deus.
Uma vida de dádiva é uma vida de constante mudança e revelação nas nossas vidas.

2 comentários:

babs disse...

II Coríntios 9:7 "(...) porque Deus ama quem dá com alegria"

Gostei mt, Sophie. Temos que aproximar-mo-nos cada vez mais da esência de Deus e parecermo-nos a Cristo duma forma cada vez mais profunda!

VIAJANDO E PULANDO disse...

parabens pelo seu blog adorei